Site in English
Site in Spanish
Site in Portuguese









































































































































ISHPSSB & ABFHiB 2017 Meeting

Informações gerais

Organizadores, patrocinadores e parceiros

O ISHPSSB & ABFHiB 2017 Meeting é organizado conjuntamente pela International Society for the History, Philosophy, and Social Studies of Biology (ISHPSSB), pela Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB) e pelo Instituto de  Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP).

A ISHPSSB fornece o amparo geral para a conferência; a ABFHiB oferece a organização local brasileira, incluindo a criação e manutenção do site da conferência; o IB-USP fornece o local onde a reunião será sediada, recursos de infraestrutura (incluindo wi-fi, laptops e equipamento de projeção) e apoio financeiro parcial.

 

ISHPSSB – A International Society for the History, Philosophy, and Social Studies of Biology (ISHPSSB) foi formada em 1989 para sediar um encontro bianual, reunindo pesquisadores interessados na biologia, enquanto disciplina, e especificamente em sua história, filosofia e sociologia. A ISHPSSB propicia a integração de estudiosos de disciplinas diversas, incluindo as ciências da vida, bem como a história, filosofia e estudos sociais da ciência. Os encontros de verão, bianuais, da ISHPSSB são conhecidos por suas sessões inovadores e transdisciplinares e por promoverem trocas cooperativas informais e colaborações duradouras.

A ISHPSSB concede três prêmios em seu encontro bianual em reconhecimento às excelentes conquistas nos campos abordados pela Sociedade. Cada prêmio é nomeado em homenagem a membros importantes e carinhosamente saudosos à Sociedade e à sua comunidade acadêmica mais abrangente. Dois prêmios são dirigidos a pós-graduandos em reconhecimento a trabalhos excepcionais apresentados na conferência anterior da ISHPSSP: Prêmio Werner Callebaut; Prêmio Marjorie Grene. 

Para reconhecer a contribuição extraordinária a bolsas de estudos e serviços que promovem conexões interdisciplinares entre história, filosofia, estudos sociais e biologia, a Sociedade concede o Prêmio David L. Hull.

Uma vez que o acrônimo ISHPSSB é impossível de pronunciar, David Hull sugeriu que se chamasse “ishkabibble”, como uma homenagem ao comediante americano e tocador de corneta Merwyn Bogue “Ish Kabibble”. Os membros da sociedade também utilizam o diminutivo carinhoso "Ish".

Link externo:
www.ishpssb.org/

 

ABFHiB – A Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia foi fundada em 17 de agosto de 2006, durante o 4º Encontro de Filosofia e História da Biologia, realizado na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, SP. O objetivo da ABFHiB (lê-se "abefib") é promover e publicar estudos sobre filosofia e história da Biologia, bem como suas interfaces, estabelecendo cooperação e comunicação entre todos os seus membros.

Uma das atividades principais da ABFHiB é a publicação de dois periódicos. Um deles é o Boletim de História e Filosofia da Biologia, publicado trimestralmente. O Boletim divulga notícias da área e publica pequenos artigos, bem como traduções para o português de excertos de trabalhos importantes da história da biologia. A outra publicação regular dessa sociedade é a revista Filosofia e História da Biologia, dedicada à publicação de artigos originais em português, espanhol e inglês. Lançada em junho e dezembro, a revista completou seu décimo volume em 2015. O acesso à versão online de Filosofia e História da Biologia é livre e pode ser realizado pelo link:

www.abfhib.org/FHB/index.html

O primeiro Encontro de História e Filosofia da Biologia da ABFHiB ocorreu em 2003. O 13º Encontro foi organizado no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo em 2015. Além de brasileiros, alguns pesquisadores de países da América do Sul, especialmente da Argentina, são também membros da ABFHiB e participam desses encontros.

Link externo:
www.abfhib.org/index.html

 

IB-USP – O Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo tem excelente capacidade e infraestrutura para prover educação superior nas ciências da vida. O IB-USP oferece o curso de graduação em Ciências Biológicas, Bacharelado e Licenciatura, e cinco programas de pós-graduação que integram o ensino de cursos básicos e especializados em Biologia, além de práticas de laboratório e pesquisa de ponta.

Os departamentos de Genética e Biologia Evolutiva, Botânica, Fisiologia e Zoologia foram primeiramente estabelecidos em 1934, nas fundações da antiga Escola de Filosofia, Ciências e Letras, que fora fundada simultaneamente à Universidade de São Paulo. Em 1969, os departamentos foram transferidos e agrupados no Instituto.

A infraestrutura do Instituto contribui à sua excelência acadêmica: recursos multimídia, laboratórios modernos de microscopia e anatomia, herbário, xiloteca, apiário e o Centro de Estudos do Genoma Humano garantem contato direto com a metodologia científica.

A pesquisa no IB-USP inclui uma ampla gama de disciplinas nas ciências biológicas, distribuídas dentro de cinco departamentos: Botânica, Ecologia, Genética e Biologia Evolutiva, Fisiologia e Zoologia. A pesquisa inovadora é conduzida, geralmente em colaboração com cientistas e instituições de pesquisa ao redor do mundo, e publicada em revistas de alto impacto, internacionalmente premiadas.

Com relação à divulgação para a sociedade, o IB-USP promove incontáveis atividades nas diferentes áreas da Biologia: avaliação e produção de material didático, visitas guiadas, cursos especializados para professores de escolas públicas e serviços de arbitragem científica e aconselhamento genético. O Instituto é profundamente comprometido com o desenvolvimento de programas, recursos e laboratórios excepcionais para treinar as futuras gerações de biólogos e cientistas de disciplinas relacionadas.

A missão do Instituto é produzir conhecimento de ciências biológicas por meio de programas de pesquisa inovadores, aplicar esse conhecimento em benefício do ambiente e da sociedade e treinar biólogos para o futuro, engajados em construir um mundo sustentável.

Link externo:
www.ib.usp.br/

 

 Suporte Financeiro

O encontro já conta com apoio financeiro das Pró-Reitorias de Pesquisa (PRPUSP; subsidiado pelo Banco Santander), de Graduação, Pós-graduação e de Cultura e Extensão (PRCEU) da USP.

PRP       Santander

O encontro receberá apoio financeiro das seguintes agências brasileiras de pesquisa: a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

 

FAPESP – A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo é a principal agência de pesquisa a fornecer subvenções e bolsas de estudo no Estado de São Paulo. A FAPESP é uma fundação pública, financiada pela arrecadação de impostos no Estado de São Paulo, com a missão de apoiar projetos de pesquisa em instituições de educação superior e pesquisa em todos os campos do conhecimento. O Estado de São Paulo tem uma população de cerca de 40 milhões de habitantes e gera 35% do PIB brasileiro. A Constituição do Estado de São Paulo estabelece que 1% da coleta de todas as taxas estaduais pertence à Fundação, e o governo transfere essa quantia mês a mês. A estabilidade do financiamento e a autonomia da Fundação permite um eficaz gerenciamento dos recursos, que têm um impacto mensurável: se por um lado São Paulo tem 22% da população brasileira e 30% de cientistas com doutorado, por outro, o estado contribui com 52% dos artigos científicos do país publicados em periódicos estrangeiros. 

A fundação trabalha em contato próximo com a comunidade científica: todas as propostas são avaliadas por pares com o auxílio de comitês de área compostos por pesquisadores ativos.

A FAPESP mantém acordos de cooperação com agências de fomento nacionais e internacionais, instituições de educação superior e pesquisa e empreendimentos em negócios. A cooperação internacional cobre uma grande gama de países e agências, incluindo os conselhos de pesquisa britânicos (UK Research Councils), a Agence Nationale de Recherche (ANR) na França, o Deutsche Forschungsgemeinschaft (DFG) na Alemanha e a National Science Foundation (NSF) nos Estados Unidos.

Link externo:
www.fapesp.br/

 

CNPq – O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico é uma organização do governo federal brasileiro comandada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), dedicada à promoção de pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país. O CNPq foi fundado em 1961 e desde então tem sido a agência de fomento de pesquisa majoritária no Brasil. 

O CNPq estabeleceu uma agenda de pesquisa constituída em um conjunto de Programas, Chamadas para Apresentação de Propostas e Redes de Pesquisa focadas em vários aspectos do desenvolvimento sustentável. Nas amplas áreas de mapeamento de biodiversidade, ecossistemas, potencial de avaliação biotecnológico, Amazônia, ciências oceânicas e Antártica, as principais ações envolveram investimento de US$ 100 milhões nos últimos 4 anos, financiando 320 projetos em 12 programas. Nos vários aspectos do desenvolvimento sustentável, investiram-se US$ 50 milhões adicionais, dando suporte a cerca de 200 projetos selecionados em 4 programas. O CNPq está promovendo também pesquisas no campo de Fontes de Energia Renováveis, Biomassa, Biocombustíveis, Energia Fotovoltaica, Geração de Energia Eólica, Hidroeletricidade e Mudanças Climáticas, envolvendo recursos de US$ 30 milhões nos últimos 4 anos.

Uma iniciativa importante do CNPq é o Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, lançado em julho de 2008, estabelecido como uma ferramenta poderosa para promover Ciência, Tecnologia e Inovação no país. Esse programa envolve um investimento inicial de mais de US$ 300 milhões, com 126 projetos aprovados em diferentes áreas de pesquisa. O Programa objetiva mobilizar e agregar redes com os melhores grupos de pesquisa do Brasil, trabalhando nas fronteiras da ciência e em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do país. Dos projetos aprovados, 26 são especificamente voltados aos vários aspectos do meio ambiente, sustentabilidade, recursos hídricos, ciências oceânicas, biodiversidade, energias renováveis e estudos urbanos, envolvendo investimento de cerca de US$ 50 milhões.

Mais recentemente, o governo brasileiro, por meio do CNPq e da CAPES, estabeleceu o programa Ciência sem Fronteiras, um programa de larga escala que oferece bolsas de estudos a todo o país com o objetivo de reforçar e multiplicar as iniciativas em ciência, tecnologia e inovação por meio da expansão da mobilidade internacional de estudantes de graduação e pós-graduação, bem como pós-doutorandos e pesquisadores. O objetivo principal é oferecer 100 mil bolsas para estudantes brasileiros e pesquisadores irem às melhores universidade ou centros de pesquisa do mundo. As amplas áreas de interesse incluem desenvolvimento sustentável, biodiversidade, economia verde, recursos hídricos, ciências oceânicas e energias renováveis. O programa também oferece subsídio para jovens cientistas talentosos e pesquisadores altamente qualificados do exterior virem trabalhar em suas áreas no Brasil, em projetos conjuntos com grupos de pesquisa locais, contribuindo assim à promoção de uma visão global de desenvolvimento sustentável.

Link externo:
www.cnpq.br/documents/10157/b2a471d3-500a-431c-9911-74d5d07e0724

 

CAPES – A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior é uma agência pública estabelecida em 1951, dentro do Ministério da Educação (MEC). É uma agência do governo brasileiro que fornece bolsas de estudo e auxílios a estudantes de pós-graduação em universidades e centros de pesquisa no Brasil e no exterior. Seu principal propósito é coordenar esforços para melhorar a qualidade de professores e funcionários da educação superior no Brasil. A CAPES desempenha papel fundamental na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados da Federação. No momento, a CAPES fornece apoio a 22.000 estudantes em programas de pós-graduação brasileiros e 1.500 em outros países.       

A CAPES exerce um papel central na formação de profissionais altamente qualificados, por meio da contínua promoção e avaliação periódica dos programas de pós-graduação (titulações em mestrado acadêmico, doutorado e mestrado profissional). Para esse fim, ela identifica, estimula e promove iniciativas de novos cursos de pós-graduação e cooperações acadêmicas, científicas, tecnológicas, culturais e inovadoras, em níveis nacionais e internacionais. Ela fornece bolsas de estudos a estudantes, professores e pesquisadores, apoio a programas de pós-graduação e acesso à literatura brasileira e internacional nas áreas científica, acadêmica, tecnológica e cultural.

As atividades do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) atualmente incluem cerca de 3.400 programas de mestrado e doutorado distribuídos em nove grandes temas: Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Exatas, Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Engenharia, Linguística, Literatura e Artes e Estudos Multidisciplinares.

Link externo:
www.capes.gov.br/images/stories/download/diversos/CapesRio20-Livro-Ingles.pdf

O evento já conta com apoio da CAPES por meio de edital do Programa de Apoio a Eventos no Pais (PAEP).

Parceiros

Instituto Butantan  Criado em 1901, o Instituto Butantan é o principal produtor brasileiro de produtos imunobiológicos para propósitos de saúde pública e é o responsável pela maioria das vacinas e soros produzidos no país, por meio de sua Divisão de Desenvolvimento Tecnológico e Produção. O Centro de Desenvolvimento Cultural do Instituto mantém o Laboratório Especial de História da Ciência (LEHC), dando cursos de extensão sobre a história de práticas sanitárias e publicando a revista Cadernos de História da Ciência, disponível apenas em português. Além disso, o Instituto desenvolve estudos e pesquisa básica em 17 campos diferentes da Biologia e Biomedicina, direta ou indiretamente relacionados à saúde pública.

O Instituto Butantan localiza-se ao lado do campus da Universidade de São Paulo. Junto à equipe do LEHC, nós estamos planejando cooperação e algumas atividade para o público do ISHPSSB, como visitas guiadas às coleções científicas zoológicas de seus quatro museus – o Biológico, o Histórico, o Microbiológico e o de Saúde Pública Emílio Ribas.

Link externo:
www.butantan.gov.br/Paginas/default.aspx

SBG - Sociedade Brasileira de Genética A Sociedade Brasileira de Genética foi fundada em 1955 em Campinas, São Paulo, em uma sessão coordenada pelo geneticista Frederico Gustavo Brieger. Além de seus encontros anuais, a sociedade publica a revista Genetics and Molecular Biology e Genética na Escola. Esta última, objetiva disseminar experiências educacionais no campo da genética, fornecer reflexões sobre conceitos de genética, discutir desenvolvimentos em tecnologia relacionados à qualidade de vida da população e disseminar materiais para trabalho em sala de aula, incluindo o uso de abordagens históricas e filosóficas nos campos da Genética, Biologia Molecular e áreas relacionadas.

A SBG irá apoiar o encontro ISHPSSB 2017, auxiliando na divulgação do congresso e promovendo a troca com seus afiliados que trabalham com referências históricas e/ou filosóficas (diferenciados da própria pesquisa genética teórica ou empírica).

Link externo:
http://www.sbg.org.br/

ACIESP - Academia de Ciências do Estado de São Paulo  A Academia de Ciências do Estado de São Paulo foi formada em 1974 para consolidar a visão de São Paulo como o principal centro regional de pesquisa de excelência científica da América Latina. A ACIESP reúne pesquisadores em Biociências, Ciências Aplicadas, Física, Geociências, Matemática e Química.

A ACIESP irá apoiar o encontro ISHPSSB 2017 auxiliando a disseminação do evento.

Link externo:
http://www.acadciencias.org.br

SPCVB

O São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma entidade sem fins lucrativos, que busca ampliar o volume de negócios e o mercado de consumo na cidade, por meio da atividade turística, apoiando a melhoria dos serviços e atendimento aos visitantes.


ISHPSSB & ABFHiB 2017 Meeting   
International Society for the History, Philosophy and Social Studies of Biology (ISHPSSB)   
Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)   
São Paulo, Brazil, 16 to 21 July, 2017   
Email: ISHPSSB.2017@gmail.com 
 


São Paulo, Brazil
16 to 21 July, 2017

Facebook  Twitter